Trabalhar de graça? Somente para Nossa Senhora de Nazaré.

Por Kate Evelyn e Karen Amaral.

Ser voluntário do círio, não é para qualquer pessoa, hoje os voluntários do círio vêem no trabalho não remunerado, uma forma de se redimir com a nossa Senhora de Nazaré. Muitos dos jovens iniciam como voluntários, a partir de uma brincadeira que é levada a sério por anos e anos.

Todos os voluntários passam por treinamentos de técnicas que servirá não só para aquele momento do círio, mais sim por todo decorrer de sua vida.

Segundo Mário Sales, voluntário da cruz vermelha à 6 anos, para ser voluntário da cruz vermelha, basta ter muita força física e força de vontade para acordar sedo sem ganhar absolutamente nada em dinheiro. Ele diz também que:

“O nosso trabalho não é só de carregar as pessoas que desmaiam, mais sim também, de fazer corrente para impedir que as pessoas caiam na vala ou tira faca das mãos das pessoas que querem cortar a corda, como neste ano, que nós achamos uma faca (uma peixeira), por sorte uma senhora nos avisou que a faca estava jogada no chão, pegamos a faca e entregamos na portaria de um prédio; com certeza ia cortar o pe das pessoas que no meio da multidão você não consegue ver em que você pisa”. 

Ex – presidiário também podem ser voluntário.

Já no caso dos voluntários que tem participação como guarda da santa. A responsabilidade é bem maior. O trabalho da guarda da santa é bastante tumultuado, mas não há emoção maior do que isso. Os voluntários não trabalham somente no mês do círio, mas durante o ano todo. Como é o caso do Sr. José carvalho que é guarda da santa a mais ou menos sete anos e trabalha durante o ano todo, participa das missas, recolhendo dízimos, entregando panfletos e tudo aquilo que me determinarem.

Sinto-me muitíssimo bem, não pretendo deixar de fazer isso, já estou a sete anos nesse trabalho e depois disso, minha vida mudou completamente, saio da minha oficina mecânica às 17h para estar na basílica às 18h, não marquem compromisso nenhum comigo esse horário, pois não abro mão do compromisso maior que é com nossa Senhora”.

Quem quiser ser um dia guarda da santa, é muito simples, você vai até à Basílica de Nazaré, conversa com o coordenador do grupo dos guardas, demonstrado seu interesse você preenche um formulário com todos os seus dados pessoais, inclusive antecedentes criminais. Daí você tem que escolher um padrinho, esse que vai lhe batizar e acompanhar todo um curso de três meses antes do Círio, para que você possa ser efetivamente voluntário (guarda da Santa). Você só entra depois de todos esses pré-requisitos obrigatoriamente, principalmente o de ter um padrinho. Pois basta você querer, demonstrar interesse e disciplina, pois a basílica aceita todos aqueles que se propõe a ajudar, Seja ele até mesmo ex-presidiário.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: